24 outubro 2011

19 outubro 2011


"Depois eu lembrei que todo mundo passa mas ninguém fica e tive vontade de chorar o choro mais longo e pesado do mundo."

(Tati Bernardi)

"Ia dessa maneira
Subindo o morro bem devagar
Boca da alma cantando
Senhora dos coqueiros
Chego mais perto e me ilumino
Eu que já vim de tão longe
Daqui se vê o mar
Também se vê a dor e o mal
Gente que reza e sofre tanto
Leva ao ouvido de Deus
O meu lamento
Por nós

Chuva derrete o gesso
Ó, Conceição estende o manto
Vira do avesso esse canto
Desce dessa janela
Venha soprar vela por vela
Sopre de novo esperança
Vem cá
Vem desabençoar
Essa tristeza intrusa
Faz a ciranda na ladeira
Sopra no ouvido de deus
Esse lamento"

(Lula Queiroga)