15 setembro 2009

8 Histórias

Depois de oito estórias assim poderia estar tranquila,
mas sinto que alguma coisa em mim se transforma.
Giovana me liga ainda.
Laura nem pode me ver.
Pra Claudia eu dançava sozinha até que na pista
conheci a Sofia.
Com Luna só disse mentiras.
Pra Ruana mentia em espanhol.
Pra Carmem inventei tanta história nem sei se era
Carmem me foge a memória.

Todas as moças são partes que encontrei em mim.
Riem, e sonham e querem um grande amor totalmente pra
si.
Pensa em mim, em tudo aquilo que ainda sou eu
use a coragem não só pra dizer adeus.

Pensa em mim, em tudo aquilo que ainda sou eu
mentiras, sonhos e perdões que a vida me deu.

Com você me sentia sozinha, com você não sabia
esperar.
Em todas procurava o futuro que nenhuma poderia me
dar.
Mas todo amor que dentro de mim pode haver,
rouba a sede ilumina me usa só pra você.

(Ana Carolina)

4 comentários:

Ana Lígia Santana disse...

Uhuuu!!!!
Primeiro comentário...
Eba!!!
Tinha que ser eu...
=)

s2

Amo muito....!!!
Ana Lígia

Maryama* disse...

Ahááá, ela enfim aderiu ao maravilhoso mundo dos blogs :D
hehehehehehe
você vai ver como é bom, Flor.
eu me sinto muito mais leve cada vez que escrevo algo aqui. É um desabafo; são coisas que as vezes não assumo nem pra mim.

E esse texto? Só podia ser da sempre tão inspirada Ana Carolina :D
Eu não conhecia, mas adorei.

A Ana foi o primeiro comentário e eu sou a primeira seguidora :)

Seja bem-vinda!
Tenho certeza de que você vai gostar :)

Amo muito você.
Beeeeijo ;*

Fer Siqueira* disse...

Rooo. que fofis.
Bom, não preciso nem dizer que vai entrar pros meus favoritos. he.

Ana Carolina, aiai. Não tenho, nem posso, comentar. Amo muito.

=)
Um abraço,
E concordando com a pessoa aqui d cima, vc vai amar.
^^

Te adolu mt.

Lucas Lima disse...

muito boa essa musica, a cara da ana carolina, rs
bons dias